• Alberto Brandão

Como Contratar Motoboy Para Delivery e Restaurante? - Guia Completo


como contratar motoboy

Você decidiu que quer contratar um motoboy. Mas não sabe qual a melhor forma de fazer isto.


Talvez, essa seja uma das maiores dúvidas enfrentadas pelos donos de bares e restaurantes.


Entendo que pode ser difícil conseguir a mão de obra oferecida por esses profissionais,


Existem diversos fatores que fazem você pensar sobre qual a melhor forma de contratar motoboy. Afinal, cada restaurante possui uma condição financeira, um tipo de alimento que é servido, além de demandas de entregas com fluxos diferentes.


Pensando nisso, vou te mostrar que existem diferentes opções de contratações. Opções para todos os bolsos.


Nesse artigo, você vai aprender:


  1. Atualmente, onde está o meu negócio?

  2. Entenda qual tipo de contratação de motoboy é ideal para seu negócio

  3. Contratar Motoboy MEI

  4. Contratar Motoboy parceiro - Contratação por aplicativos de entrega

  5. Contratar Motoboy terceirizado por empresa parceira ou cooperativa

  6. Contratar Motoboy carteira assinada - Empregado da sua empresa

  7. Invista seu tempo para entrevistar o Motoboy

  8. Informações importantes antes de iniciar contratações de motoboys

  9. Bônus: Resumo com vantagens e desvantagens de cada contratação


Atualmente, onde está o meu negócio?


Antes de contratar um motoboy, primeiro, preciso que você faça uma reflexão: atualmente, em qual momento sua empresa se encontra?


Esse questionamento é de extrema importância.


Digo isso, pois, primeiro, é preciso entender se o seu negócio já possui nível organizacional suficiente para iniciar um delivery.


É essencial que você defina uma lista de procedimentos a serem cumpridos até a etapa final, que é a entrega, e saiba quais os custos isso vai trazer para a sua empresa.


Reservar um valor considerável para o início do desenvolvimento do setor de delivery pode ser um fator determinante para o seu sucesso.


Exemplos de perguntas que VOCÊ DEVE SE FAZER antes de contratar um motoboy e iniciar um serviço de delivery:


1. Quantas entregas eu quero fazer diariamente?


É essencial efetuar uma pesquisa de mercado e estudar quantas entregas você deseja efetuar diariamente.


Mesmo que você ainda não saiba quantos pedidos serão realizados, é necessário fazer uma métrica, para depois implementar a logística de delivery ideal para o seu negócio.



2. Quantos pedidos o meu restaurante pode atender?


Você sabe que a sua operação dá conta dos pedidos realizados no salão. Mas, e se adicionar pedidos de delivery? Você conseguirá dar conta da demanda ou vai precisar contratar mais funcionários?



3. Qual é a minha situação financeira hoje?


Você precisa compreender como está a situação financeira da sua empresa e verificar se existe a possibilidade de contratar motoboys com carteira assinada ou se vai precisar terceirizar os serviços.



4. Eu quero controlar o atendimento prestado ao meu cliente?


Seja qual for o tamanho do seu restaurante, ter o controle do trabalho prestado pelo motoboy é essencial.


O motoboy é uma extensão da sua empresa e deve oferecer um atendimento impecável.


Contudo, conforme você verá mais à frente, em alguns tipos de contratações, sua empresa não terá total controle do atendimento do motoboy.



5. Qual vai ser minha área de entrega?


Aqui, é pura logística: é preciso calcular o tempo ideal para as entregas, conforme cada localidade.


Dependendo da sua demanda, será necessário contratar vários motoboys.


Atualmente, existem alguns softwares que traçam as melhores rotas de entrega, reduzindo tempo e custos com combustível. Isso pode facilitar demais o trabalho em seu bar ou restaurante.


Os questionamentos acima são essenciais para definir melhor o caminho que a sua empresa vai seguir.


A partir destas respostas, você vai entender se compensa ter um delivery, aprender quantos pedidos sua operação deve efetuar e assimilar quantos motoboys contratar para suprir a sua demanda.


Repito: a organização é essencial para iniciar um trabalho com delivery.


Então, confia em mim. Coloca todos esses questionamentos em um papel e os responda. O resultado vai te ajudar a perceber qual a fase atual da sua empresa.


Se você já sabe ou acabou de identificar em qual momento o seu negócio se encontra, vou te ajudar a escolher a melhor forma de contratação.


Entenda qual o tipo de contratação de motoboy é ideal para seu negócio


entenda como contratar mobotoy

Agora, que você já tem em mãos as respostas sobre o momento em que o seu negócio se encontra, ficou fácil visualizar qual a forma de contratação ideal para sua empresa.


Existem 4 principais meios de contratação de motoboys para o seu restaurante.


Cada modalidade apresenta vantagens e desvantagens, além de riscos que, possivelmente, podem ser enfrentados.


Preste atenção nas opções:


Contratar Motoboy MEI


contratar motoboy MEI

Essa é a escolha mais frequente em empresas que possuem pouco dinheiro em caixa, mas querem ver seu restaurante crescer com o serviço de delivery.


Geralmente, essa opção de contratação é efetuada por pequenas empresas, que estão iniciando nos deliverys e atendem até 50 pedidos por dia.


Como as taxas de empresas de aplicativos de entrega costumam ser altas, normalmente, quem escolhe contratar motoboy MEI, são negócios com poucos funcionários (menos de 5) e que ainda não possuem um faturamento mensal muito alto.


Como funciona


Nesta modalidade de contratação, o motoboy MEI utiliza sua própria moto (ou a moto do restaurante) para fazer as entregas do restaurante parceiro.


Os custos com combustível e manutenção da moto são definidos entre empresa e Motoboy – não existe regra sobre quem vai ser responsável por estas despesas.


Na maioria das vezes, o motoboy MEI é contratado para realizar entregas nos dias que o restaurante tem mais fluxo - geralmente, aos finais de semana.


Por ser uma contratação que não exige carteira assinada (o motoboy possui uma empresa constituída em seu nome), o ajuste entre as partes costuma ser menos custoso para o seu restaurante, uma vez que não há gastos com encargos sociais e trabalhistas.


É bom lembrar que contratar um motoboy na condição de MEI não vai ser a opção mais segura para o seu negócio. Há sérios riscos de receber um processo trabalhista. Contudo, considerando seu atual momento financeiro, entendo que essa possa ser a escolha mais viável.


Cuidados ao Contratar um Motoboy MEI


Ao contratar um motoboy MEI, é preciso que você compreenda que ele não é seu funcionário.


Em hipótese nenhuma, você deve tratar este contratado como empregado! É preciso ter em mente que, o motoboy, somente prestará serviços ao seu negócio, sem qualquer vínculo empregatício.


Você tem que entender que não pode comandar ou dar ordens para o motoboy MEI.


Então, como eu faço para contratar um MEI, sem que a minha empresa seja prejudicada?


Ao contratar um motoboy MEI, é importante definir quais as atribuições ele irá desempenhar, enquanto prestar serviços ao seu restaurante.


Essas atribuições são definidas por meio de um contrato. Eu recomendo fortemente que você realize um contrato de prestação de serviços.


É através de um contrato acertado entre as partes, que você terá um pouco mais de segurança sobre o que o motoboy deve fazer enquanto prestar serviços à sua empresa.


Contrato de prestação de serviços Motoboy MEI


O contrato irá oferecer segurança jurídica para o seu restaurante, reduzindo as chances de receber processos trabalhistas – além definir com mais clareza as obrigações de cada uma das partes.


Aconselho que o seu contrato de prestação de serviços contenha:


  • Qual o trabalho será desempenhado pelo motoboy;

  • A área de entrega que o motoboy ficará encarregado;

  • Os dias que as entregas ocorrerão;

  • Como essas entregas serão feitas;

  • Definição de quem será responsável pelo combustível e manutenção da moto;

  • O valor do serviço prestado (pode ser por hora ou por número de entregas).


Existem outras cláusulas essenciais dentro de um contrato de prestação de serviços.


Um advogado trabalhista pode te auxiliar nas particularidades da sua empresa, elaborando um contrato específico para suas necessidades.


E não esqueça: é importante exigir as notas fiscais pelas prestações de serviço do motoboy MEI. Além disso, não deixe de guardar os recibos de pagamento efetuados ao motoboy, pelo serviço que ele prestou à sua empresa.


Eu quero que o seu negócio perdure por muitos anos.


Portanto, cumprir o que consta no contrato, pode te ajudar a manter o seu restaurante ativo, além de melhorar sua relação com o motoboy MEI.


Contratar Motoboy parceiro - contratação por aplicativos de entrega


Contratar motoboy ifood

Se este tipo de contratação é interessante para você, provavelmente, seu restaurante possui um faturamento mensal suficiente para pode arcar com as taxas das empresas de delivery.


Essas taxas, cobradas por aplicativos de entrega, podem chegar até 28% por produto ofertado (sem contar as despesas mensais do aplicativo).


Para que você escolha contratar um motoboy por aplicativos de entrega, é essencial saber qual o ticket médio dos seus produtos.


Você precisa verificar se pagar as taxas oferecidas por essas empresas de entregas é viável para seu negócio.


Normalmente, quem utiliza motoboys parceiros, são restaurantes de pequeno e médio porte, que possuem operação com mais de 100 pedidos diários.


Como Funciona


Através da parceria com empresas de aplicativos de entrega, você não vai precisar se preocupar com a contratação de motoboys.


A empresa parceira disponibiliza os motoboys credenciados no aplicativo e os direciona para seu restaurante, de acordo com cada pedido.


Para que essa parceria seja iniciada, deverá haver um contrato entre o seu estabelecimento e a empresa parceira.


Por meio da parceria com o serviço de aplicativo de entrega, você pagará somente pela taxa e a mensalidade, ambas estabelecidas em contrato.


Nesse caso, você não possui responsabilidade sobre os encargos sociais e trabalhistas dos motoboys.


Como você pode observar, a contratação por aplicativos de entrega, é um investimento que merece ser calculado pela sua empresa antes do fechamento do contrato com a empresa escolhida.


Cuidados ao lidar com um Motoboy parceiro, disponibilizado pelo aplicativo de entrega


Neste caso, como você não uma tem relação contratual com o motoboy, sua empresa não terá nenhuma obrigação legal com este entregador.


Mas isso não quer dizer que você não terá deveres legais e (morais) com ele.


Recomendo que você seja gentil e cordial. Muitos deles, assim como você, também enfrentam longas horas de trabalho.


Por exemplo, enquanto o motoboy espera sua empresa terminar de preparar o pedido, não custa nada oferecer um lugar para ele sentar ou mesmo um copo d'água.


Além de gerar empatia com o entregador, ele poderá se sentir acolhido, levando seu pedido com mais carinho e atenção.


Contratar Motoboy terceirizado por empresa ou cooperativa